Ads Top


Leia ao som de:
JAMES MORRISON - BROKEN STRINGS


Era tudo tão simples de entender. Ela só queria ser amada, com a mesma intensidade que amava você. 


O sentimento não precisava ser igual, entende? Talvez você até “amasse de um jeito diferente”, mas ela queria que você se entregasse da mesma forma que ela se entregou, sem medo, sem temor.

Ela nunca te pediu nada mais além disso e, mesmo assim, você parecia ser incapaz de compreender.

Ela te entregou o coração e confiou no amor medíocre que você insistiu em dizer que existia. 

No fundo – ela não sabia – tudo o que você sentia era tão frágil, mas tão frágil, que iria evaporar com os primeiros indícios de fortes temporais.


Pra você, foi amor quando os sorrisos eram mais frequentes, foi amor enquanto não havia dor. 

No primeiro sinal de que as coisas iriam desandar, você logo teve a brilhante ideia de pedir um tempo e deixá-la só, quando o que ela mais queria era conversar e colocar cada coisa em seu devido lugar.

Ah, amigo, o que ela já entendia sobre o amor e nem fazia ideia de que sabia - que inclusive é algo que você não entende até hoje - é que não existe uma fórmula pronta pra quem quer amar, pra quem quer fazer dar certo. 


Se for pra durar, é preciso adaptar, trocar o “mais” pela “divisão” ou, quem sabe, até mesmo pela “multiplicação”. E não esquecer de que também, às vezes, é preciso subtrair o que não estiver fazendo bem à relação.

Mas pra fazer tudo isso é preciso coragem, porque amar não é para covardes. E você mostrou muito bem isso a ela quando não se fez presente no momento em que ela mais precisou de você.

E era tudo tão simples de entender. Ela só queria ser amada com a mesma intensidade que amava você. 

Você complicou tudo, cara, e acabou perdendo a tua chance com ela... para sempre.





- Allison Christian Freitas

Para me seguir no facebookclique aqui






© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO AUTOR DO TEXTO
Tecnologia do Blogger.