Ads Top

Você foi um dos meus melhores erros, só não voltaria a cometê-lo.


Leia ao som de:
Of Monsters And Men - Slow And Steady



Cê ainda lembra daquela vez em que escrevemos nossos nomes na areia dentro de um coração e colocamos um "para sempre" bem embaixo?


Pois assim como o vento apagou aquele “para sempre”, o tempo também tratou de apagar o sentimento que nos mantinha juntos.

Não que o tempo nos tenha afastado, mas todo o resto que nos permitimos viver e sentir, sim. 

O tempo só nos mostrou aquilo que deveríamos ter visto desde o início.

Mas estávamos cegos, tomados pelos primeiros impulsos do suposto amor que costumávamos sentir.

Os abraços demorados, os primeiros contatos entre nossas peles, dedos, as mãos passeando pelo corpo um do outro durante o beijo, os arrepios, tudo acabou por tapar nossa visão e nós passamos a enxergar o que queríamos. E nós queríamos que fosse amor, mas não era.

E fomos nós os responsáveis por toda essa bagunça. Talvez um tenha tido um pouco mais de culpa do que o outro. Isso é inegável. Mas sempre traremos conosco o fato de que nós erramos. 

Não em terminarmos ou por termos feito nosso relacionamento caminhar para esse fim, mas erramos em começar tudo isso.

Desde o início, sabíamos que era um erro. E, mesmo assim, ousamos cometê-lo. O que posso dizer? Escolhemos viver. E fomos felizes como nunca. 

Éramos ridiculamente apaixonados e soubemos aproveitar cada momento bom que tivemos.

Nós fomos um erro que, apesar de todos os estragos, foi um dos melhores que cometi em toda minha vida. Só não voltaria a cometê-lo. É que não sou suicida.




- Allison Christian Freitas

Para me seguir no facebookclique aqui






© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO AUTOR DO TEXTO

Tecnologia do Blogger.