Ads Top



Leia ao som de:
Seafret - Oceans



Eu quero você. Porque ainda é você, mas eu queria que não fosse. Não mais. Não depois de ter visto quem você é de verdade. Não depois de ter derramado as lágrimas que derramei por causa de você.


Foi de decepção em decepção que eu fui abrindo meus olhos um pouco mais. 

Porque a cada decepção, a vontade de te deixar para trás só aumentava. A cada decepção, eu fui percebendo que podia estar melhor longe de você.

Mas o problema é que, mesmo assim, ainda é você. Eu posso sentir. De alguma forma que eu não sei explicar, ainda é você.

É você, mas eu quero que não seja. Não depois de ter te amado e ter provado a mim mesma que eu não poderia, jamais, confiar meu coração a ti.

Não foi uma, nem duas, foram várias as vezes que te dei mais uma chance pra melhorar, pra me provar que você poderia mudar, pra me provar que te amar ainda era a coisa certa a fazer.

Bom, você esgotou todas as fichas que tinha comigo. 
Porque cada chance que te dei, cada beijo que selou nossa reconciliação por mais uma vez, você simplesmente decidiu jogar fora.

Você jogou tudo fora.

E agora é a minha vez.

É você, mas vai deixar de ser.

Porque a idiota que você conquistou já não está mais aqui. A garota imatura que acreditava que qualquer um era capaz de amar alguém como ela amava, já não está mais aqui.

Eu cresci.

E, quer saber, já não é mais você. Nunca foi. Teu amor não era real, mas a forma que você fez eu me sentir por um tempo... ah, aquilo era real. 

E é disso que eu sinto saudade, não de você. É isso que eu quero de volta, não você. Eu não quero você, porque não é você. Nunca foi.





- Allison Christian Freitas

Para me seguir no facebookclique aqui






© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO AUTOR DO TEXTO
Tecnologia do Blogger.