Ads Top

Desculpa, é que tá uma bagunça aqui dentro.


Leia ao som de:
LINKIN PARK - SHADOW OF THE DAY



“Não era pra ser.” - Foi o que pensei na primeira vez em que parei pra refletir sobre o que aconteceu com o cara novo que havia conhecido há algum tempo.


Claro que uma conclusão tão rasa quanto essa não era a verdade. Tinha muito mais pra considerar. Mas a verdade é que eu escolhi não arriscar. Não arriscar me machucar mais, me perder mais.

É que meu coração tá machucado demais, maltratado demais. Eu até poderia tentar, mas o que mais preciso, agora, é me reencontrar.

Eu me deixei levar, confesso. Mudei tanta coisa em mim por quem não merecia nem mesmo pena, que acabei me perdendo de mim mesma. Mas eu ainda tô por aqui em algum canto. Eu sei.



Eu só preciso de tempo. Preciso de calma na alma. Preciso ficar comigo pra que, quem sabe depois, eu consiga deixar que alguém venha também.

É que tá uma bagunça aqui dentro, entende? E eu não vou fazer uma filha-da-putagem dessas de meter alguém nessa pilha enorme de sentimentos junto comigo. Não seria muito legal da minha parte.

Já tá bagunçado demais por aqui. E o que menos preciso agora é de alguém tentando arrumar essa bagunça que nem eu mesma ainda consegui.


Fora que eu não gosto muito que fiquem mexendo nas minhas coisas. Nunca gostei. Só eu sei o canto em que cada uma tem que estar, só eu vou conseguir pôr cada coisinha em seu devido lugar.

E pode ser que eu precise de ajuda com algumas coisas mais pesadas. E não vou ter vergonha de pedir. Mas pra isso tenho alguns pouquíssimos amigos.

Não é que eu não queira dividir a vida com alguém agora. É que tá uma bagunça aqui dentro. Mesmo ninguém vendo, mesmo que eu continue com esse sorriso no rosto. 

E eu só preciso de tempo. Um pouquinho de tempo pra mim. 





- Allison Christian Freitas

Para me seguir no facebookclique aqui






© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO AUTOR DO TEXTO
Tecnologia do Blogger.