Ads Top


Leia ao som de:
THE TEMPER TRAP - SWEET DISPOSITION


Quando você achar que estiver começando a se apaixonar, tenha um pouco de cuidado. É que, às vezes, o coração tende a seguir pelo caminho errado. Não se deixe levar muito fácil.


Mas não esqueça  que é preciso um pouco de “sensibilidade” para sentirmos um ao outro no começo das coisas, para constatarmos se há sinceridade.

Alguns chamam esse “restinho” de sensibilidade de “moleza”, mas acho que é só uma ajudinha que damos ao coração quando ele está decidindo se será amor ou apenas mais uma paixão.

Quando aquela pessoa chegar perto, e seu coração bater um pouco mais rápido, seja discreto, tenha cuidado. Tente ser um pouco mais “lento”. Espere. Sinta o momento. Tente não se precipitar.


Mas se a razão já não consegue conter o coração, tente apenas não hesitar. E mesmo com medo, o que importa é ir com certeza.

Mas se você tem certeza de que não tem certeza, então é melhor esfriar a cabeça. Às vezes o coração não te deixa raciocinar direito. É normal. Cê sabe, não é? E sei que algumas vezes ele pode, até mesmo, se enganar. 

Mas acho melhor tentar arriscar no que se acredita com o coração, do que pensar em como poderia ter sido, no caso de escolher seguir a razão.



“E como saber se o coração acertou dessa vez?”

Bom, eu não sei. Não tem como saber. Mas posso te dizer o que aconteceu comigo. Eu escolhi seguir o coração, meu amigo:

Ela era a garota dos sonhos de vários outros caras. Bastava um olhar... e já apaixonava. Era fácil se apaixonar por ela, mas o que nenhum daqueles caras descobriu era o quanto era difícil amá-la e ao mesmo tempo, de certa forma, uma das melhores coisas do mundo. É, o amor e suas maluquices... E não, as coisas não acabaram bem entre nós. Mas bem que tentamos.

A gente tenta de todas as formas preservar aquele relacionamento em que já estamos há algum tempo. Nós insistimos, mesmo que doa, mesmo que a gente sofra, insistimos em acreditar mais um pouco, porque amamos a pessoa.

Eu tentei suportar, tentei preservar os resquícios do sentimento com que um dia construímos o relacionamento, mas isso só funcionou por um tempo. Não adianta ficar adiando o inevitável momento.

Eu segui meu coração e, bem, ele me fez errar. Mas, talvez, sem esse erro, eu não tivesse aprendido que logo após morrer de amor, é possível ressuscitar.




- Allison Christian Freitas

Para me seguir no facebookclique aqui






© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO AUTOR DO TEXTO
Tecnologia do Blogger.